Os pés são asas que através da música levam o corpo que dança, para lugares que a alma se encanta. (Josélia S. G.)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

A CRENÇA DO CURANDEIRO


A Crença do Curandeiro

Acredito que a Origem me utilize como um recipiente e como um condutor que fornece luz, saúde e amor à pessoa curada.
Acredito que a Origem tenha um conhecimento maior e conheça o bem maior que existe para todos; sirvo como instrumento para a Origem.
Acredito conhecer a questão principal, ou a causa original, da doença, bem como sua posse, possa permitir que a energia desta enfermidade desapareça de maneira gentil, rápida e fácil.
Sei que os quatro elementos precisam estar presentes para que a cura progrida.
O Ar, representado pela qualidade do ar que respiramos, pela escolha das palavras que saem de nossos lábios, pelos pensamentos enviados para reunir pensamentos semelhantes.
A Terra, representada pelo nosso ambiente pessoal, pelos alimentos que ingerimos e pelas posses que nos rodeiam e o tipo de roupas que vestimos.
A Água, representada pela qualidade da água que bebemos, a maneira como nos banhamos e pelo fluxo de nossas lágrimas.
O Fogo, representado pela maneira como perseguimos nossos objetivos, pela paixão e compaixão que temos pelos outros, pelos compromissos em seguir nosso caminho.
As palavras que saem de nossa boca podem ser rudes, suaves, amáveis ou duras. Conheço esta intenção e procuro construir uma base profunda para a cura. Como curandeiro, devo ser um condutor, pois esta é a minha função, e também devo evitar pensar que tenho qualquer controle sobre a cura.
E acima de tudo,
Eu trarei soluções, e não respostas, para que, sem mim, a pessoa que esta sendo curada saiba como ser curada.

EROS E PSIQUE


"Eros e Psique"

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada
Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.
A Princesa adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.
Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.
Mas cada um cumpre o Destino -
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.
E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,
E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

(FERNANDO PESSOA)

A DANÇA



Oriah Mountain Dreamer

Eu lhe mandei meu convite, a nota inscrita na palma da minha mão pela chama da vida.
Não dê um salto gritando: "Sim, é isso que eu quero! Vamos em frente!"
Apenas se levante em silêncio e dance comigo.

Mostre-me como você segue seus desejos mais profundos, descendo em espiral em direção à dor dentro da dor, e lhe mostrarei como eu me volto para dentro e me abro para fora para sentir o beijo do Mistério, doces lábios sobre os meus, todos os dias.

Não me diga que você quer encerrar o mundo inteiro no seu coração. Mostre-me como você evita cometer outra falta sem se desesperar quando sofre uma agressão e tem medo de não receber amor.

Conte-me uma história sobre quem você é, e veja quem eu sou nas histórias que estou vivendo.
E juntos nos lembraremos que cada um de nós sempre tem uma escolha.

Não me diga que as coisas serão maravilhosas... um dia. Mostre-me que você é capaz de correr o risco de ficar completamente em paz, totalmente à vontade com a maneira como as coisas são
neste exato momento, e também no momento seguinte, e no seguinte...

Já ouvi histórias demais sobre a audácia heróica. Conte-me como você desmorona quando esbarra no muro, o lugar que você não pode transpor pela força da sua vontade.
O que conduz você para o outro lado desse muro, para a frágil beleza da sua condição humana?

E depois de mostrarmos um ao outro como definimos e mantivemos os limites claros e saudáveis que nos ajudam a viver lado a lado um com o outro, vamos correr o risco de lembrar que nunca deixamos de amar em silêncio aqueles que um dia amamos em voz alta.

Leve-me para os lugares do planeta que ensinam você a dançar, os lugares onde você pode correr o risco de deixar o mundo partir seu coração, e eu conduzirei você aos lugares onde a terra debaixo dos meus pés e as estrelas no céu fazem meu coração ficar inteiro de novo, e de novo.

Mostre-me como você cuida dos negócios sem deixar que eles determinem quem você é.
Quando as crianças estão alimentadas mas as vozes internas e as externas gritam que os desejos da alma têm um preço alto demais, vamos lembrar um ao outro que o que importa não é o dinheiro.

Mostre-me como você oferece ao seu povo e ao mundo as histórias e as canções que você quer que os filhos de nossos filhos recordem, e eu revelarei a você como eu me empenho, não para mudar o mundo, mas para amá-lo.

Sente-se do meu lado e compartilhe comigo longos momentos de solidão, conhecendo tanto a nossa absoluta solitude quanto o nosso inegável pertencer. Dance comigo no silêncio e no som das pequenas palavras cotidianas, sem que eu me responsabilize no fim do dia por nenhum de nós dois.

E quando o som de todas as declarações das nossas mais sinceras intenções tiver desaparecido no vento, dance comigo na pausa infinita antes da grande inalação seguinte do alento que nos sopra a todos na existência, sem encher o vazio a partir de dentro ou de fora.

Não diga "Sim!".
Pegue apenas a minha mão e dance comigo.

Oriah Mountain Dreame

Cirandaterapia

A Cirandaterapia vem acrescentar uma melhor qualidade de vida e proporcionar a harmonia e alegria. 

Cirandaterapia é um termo que uso para unir dança, vivências e aprendizados apartir de uma roda (círculo) onde todos somos um, onde todos são iguais e onde é possivel aos poucos ir percebendo uma sintonia , deixando o corpo expressar os sentimentos, permitindo a cura nos quatro níveis de saúde: física, mental, emocional e espiritual. 

O trabalho inclui danças circulares, as brincadeiras, dinâmicas de grupo, e vivências corporais. 

O que este trabalho proporciona? Elevação da autoestima e confiança, respiração consciente, estabelece vínculos familiares e sociais mais harmonicos, melhora a comunicação, ajuda na cura da depressão, ansiedade e fobias, trazendo a alegria de viver e dançar a saúde permitindo um conhecimento melhor de si mesmo. 

Qual é o seu objetivo? Mudar o foco, transformar o olhar, olhar com outros olhos, cuidar dos sentimentos, do corpo, da mente e do espirito. 

A vida esta te esperando de braços abertos! 

Josélia Simões Gonçalves

Circular

Terapias alternativas

Invocando os Anjos

O bem sempre vence

Horários 2011

Nosso endereço